sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Lisboa pela noite.


     A cidade, assim como as pessoas, precisa de espaço, tempo e silêncio. Devia existir um botão de SOS onde podíamos clicar sempre que quiséssemos tudo isso e não tivéssemos tempo nem oportunidade para ser um cidade pela noite, só uma cidade vazia e ampla. Devíamos ter direito a isto, nem que fosse uma vez por mês. Devíamos poder carregar no pause e ficar assim: deserta e silenciosa. Só com a luz que nunca se apaga e o cheiro a nada. 

     Love
     C.


3 comentários:

  1. gosto mesmo e faço as tuas palavras, minhas :)

    ResponderEliminar
  2. É bem verdade! Lisboa afoga-nos, mas é difícil não querer mais desse desassossego.

    ResponderEliminar